sexta-feira, 2 de junho de 2017

Desafios estratégicos e de Segurança


Luís Amado foi ministro dos Negócios Estrangeiros e ministro da Defesa, durante vários anos. É uma personalidade com vasta e rica experiência no setor, que sempre demonstrou um raro poder de conceptualização sobre as grandes questões internacionais e a inserção de Portugal no mundo. É hoje consultor e docente em Sciences-Po, em Paris.

No âmbito das conferências que a Universidade Autónoma de Lisboa e o jornal "Público" estão a promover, e que me coube organizar, dedicadas aos Interesses de Portugal no Mundo, decidi convidar Luis Amado para nos falar sobre os Desafios estratégicos e de Segurança com que Portugal se defronta, no mundo complexo dos nossos dias. 

A conferência tem lugar no próximo dia 6, terça-feira, pelas 18.00 horas, na UAL, rua de Santa Marta, 56, em Lisboa.

5 comentários:

Jose Martins disse...

Senhor Embaixador,
Como ele está velhinho e despenteado!
Saudações de Bangkok

Isabel Seixas disse...

Sr. Embaixador , não posso ir, mas bem gostava.
É curiosa a versatilidade dos olhares eu acho que ELE está muito bem.

Anónimo disse...

Versatilidade? Um neo-con e um antigo SE de Gama, que mesmo não sendo um liberal é um dos grandes autores da Europa que temos? Tá, tá.

dor em baixa disse...

Não vê nada para lá do óbvio. Um recetáculo de banalidades E onde as vai obter? Nas revistas e jornais sobre o assunto.

Anónimo disse...

Luís Amado, se fosse coerente (e corajoso), que não é, deveria rasgar o cartão do PS e aderir ao PSD de Passos, cujo governo e suas mal-feitorias ele chegou a elogiar em artigos de jornais. É um reaccionário Neo-liberal que, hoje, o PS não ouve para nada. Tal como Francisco Assis. Só interessa ao Observador, ou o Sol.